O que é a Homeopatia?

A Homeopatia é um método terapêutico criado pelo médico alemão Christian Friedrich Samuel Hahnemann nos finais do século XVIII, que consiste na utilização, de acordo com a lei dos semelhantes (“similia similibus curantur”), de remédios em doses infinitesimais obtidos por diluições e sucussões sucessivas, e capazes, em doses mais elevadas, de produzir, num indivíduo saudável, os sintomas da doença que se pretende combater, de modo a estimular a reação orgânica e vital na direção da cura. 
Trata-se de um sistema farmacêutico, científico e filosófico bem determinado, com uma metodologia de pesquisa própria. 
É uma proposta terapêutica com base na semiologia homeopática, que elabora um diagnóstico apoiado em sinais físicos, psíquicos, mentais, emocionais e sociais, evidenciados pelo paciente. Esse diagnóstico é o remédio único do paciente, o simillimum
 

­

Como actua?

A Homeopatia actua de forma profunda e efetiva, devolvendo ao individuo o seu estado de saúde, não se limitando apenas a gerir ou a dissimular os sintomas. A Homeopatia incentiva a resposta natural do organismo face à doença, produzindo estímulos mínimos com eficácia máxima, de forma suave e segura. A Homeopatia utiliza matérias-primas naturais. A sua forma de preparação garante ausência de toxicidade ou quaisquer reações adversas e não causa dependência física ou psíquica.
 

O que é um Remédio Homeopático?

O remédio homeopático é qualquer apresentação farmacêutica destinada a ser ministrada  segundo a lei dos semelhantes e provém essencialmente dos Reinos Vegetal, Animal, Mineral, Fungi (fungos), Monera (bactérias) e Protista (protozoários), sendo portanto de origem natural.

 

O que trata?

“A Homeopatia trata o individuo que possui a doença e não apenas a doença que possui o individuo”. Trata o indivíduo com sintomas de desequilíbrios físicos, mentais e emocionais. Em homeopatia não há doenças. A Homeopatia não se limita à queixa principal, procurando, na sua técnica, o remédio que reúna a globalidade dos sintomas, para que o organismo se autorregule através de uma estimulação física, mental e emocional. Cada pessoa é um ser individual com reações mentais e emocionais diferentes para as manifestações físicas da doença. No entanto, em patologias agudas a homeopatia obtém excelentes resultados como as do trato respiratório alto, nomeadamente, amigdalites, otites, bem como bronquiolites. Nas infeções do trato urinário, intestinal, digestivo, etc, onde a sua ação é muito rápida e melhora a condição de saúde do doente após o seu restabelecimento. Estimula o sistema imunitário eficazmente prevenindo as recorrências habituais. Também nas patologias crónicas e recorrentes a Homeopatia assume-se como uma excelente alternativa. E ainda, problemas do foro emocional / mental, hiperatividade, problemas de concentração são também eficazmente tratados com Homeopatia.

­